www.martimcesar.com.br

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Quem ensina, aprende ao ensinar. Quem aprende, ensina ao aprender. Paulo Freire


Hoje temos Musicanto. Com um tema sobre as Missões Jesuíticas. Domingo temos apresentação musical com Ricardo Fragoso, Ro Bjerk, Nando Barcellos, Paulo Timm e eu no encerramento da feira do livro de São Lourenço do Sul. Música e poesia à beira da Lagoa dos Patos. Seguimos na ativa...



Alma além da pedra

Às vezes um canto índio vem templar minha guitarra
Cruzando léguas de tempo para chegar junto a mim
Dobrando sinos antigos, despertando madrugadas
Com voz de bronze clamando por seus povos guaranis!

Então renasço guerreiro, mangrulho de história e tempo
Na velha estirpe ameríndia frente à sanha das bandeiras
E um M’bororé recordado ainda ecoando nos ventos
Lembra a altiva bravura de uma pátria missioneira

Porque eu não sou ruína... estou além da pedra
Raiz com gosto de terra, antiga legenda avá
Meu sangue ancestral revive na mescla
Do ‘gaucho’ que canta nalgum m’baracá

E um rio primitivo de versos deságua
Deixando na alma lampejos de céu
Vertendo em recuerdos o sonho de um tempo
Que ainda resiste no chão de São Miguel.

Quem escuta em silêncio o silvar dos templos vazios
Descobre o dulce idioma das plegárias naturais
Velha magia pombera que habita as margens dos rios
E que veio morar nos sinos dando voz às catedrais!


Martim César




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário